Guia para Google Notícias SEO: Apareça em destaque no Google News

Conteúdo do artigo

Google Notícias SEO: entenda a importância de colocar o seu site no Google News. Aprenda técnicas e meios de melhorar a classificação do seu site e se tornar uma fonte confiável.

O que é o Google News?

O Google News é um agregador de notícias que apresenta um fluxo personalizado de artigos de notícias dos últimos 30 dias. Dependendo de sua localização e configurações de idioma eles são organizados em sete ou oito categorias, e são agrupados por tópico. 

Isso significa que artigos de notícias de várias fontes sobre o mesmo assunto serão apresentados juntos, evitando a duplicação de informações. O objetivo, conforme declarado pelo Google, é “ajudar todos a entender o mundo, conectando as pessoas com notícias de alta qualidade a partir de uma variedade de perspectivas” leia aqui.

O Google News foi lançado em beta em 2002 e oficialmente em 2006. Ele foi criado por Krishna Bharat, um cientista pesquisador do Google, supostamente após uma experiência frustrante em busca de notícias após os ataques terroristas de 11 de setembro na cidade de Nova York.

O Google anunciou na Conferência de 2019 que as notícias terão uma presença cada vez maior nos resultados de pesquisa. Por exemplo: ao pesquisar um tópico relevante, os resultados da pesquisa apresentaram primeiro as notícias relevantes para aquele tópico.

Os usuários podem acessar o Google Notícias em até dois idiomas diferentes. Eles verão artigos de agências de notícias de diferentes países juntos no aplicativo, aplicando o mesmo nível de personalização. 

Como o Google classifica artigos de notícias?

Os artigos incluídos no Google Notícias têm uma chance maior de aparecer nos resultados de pesquisa por meio de Notícias principais e carrosséis, tanto na pesquisa para computador quanto para celular.

Grande parte das coisas que são classificadas pelo Google News são baseadas em seus algoritmos. Por esse motivo a otimização das notícias para o Google News é tão importante. 

Não se trata de escrever para o Google, mas de reconhecer a necessidade de se adaptar a suas exigências preparando um conteúdo que possa ser classificado através de seus algoritmos. 

Benefícios de entrar nos resultados de pesquisa do Google Notícias

O SEO do Google Notícias não se trata apenas de direcionar tráfego para seu site. Na verdade, você pode não ver uma grande quantidade de tráfego diretamente do Google Notícias em sua conta do Google Analytics. Os maiores benefícios podem ser mais indiretos.

Por um lado, a inclusão no Google Notícias indica que sua marca é confiável e autorizada, já que o Google impõe padrões rigorosos. Os sites aceitos no Google Notícias devem publicar conteúdo original e a quantidade de anúncios e conteúdo patrocinado não deve exceder o conteúdo de notícias do site. As fontes do Google Notícias também devem exibir datas claras, autoria de autoria e informações sobre o editor.

Outro benefício da inclusão no Google Notícias é que seu conteúdo aparecerá nos resultados de pesquisa em segundos ou poucos minutos após a publicação, muito mais rápido do que outros sites que não tem o google news. Isso é especialmente valioso durante situações de notícias de última hora.

Como os feeds do Google Notícias são personalizáveis, se você publicar consistentemente um ótimo conteúdo em seu site e estabelecer uma marca notável, também poderá ver que os usuários têm mais probabilidade de se envolver com seu conteúdo. Os usuários que interagem com o seu conteúdo e optam por ver “mais histórias como esta” receberão conteúdo adicional do seu site no futuro.

O Google Notícias também oferece suporte aos editores de várias maneiras. Por exemplo, em 2018, o Google anunciou uma iniciativa de US $ 300 milhões para fortalecer o jornalismo de qualidade e combater a desinformação na web. A Iniciativa Google Notícias é um projeto de anos que inclui uma variedade de ferramentas, incluindo recursos que ajudam os editores a impulsionar assinaturas e aumentar sua receita. Conheça mais sobre o Google News Initiative.

Quais são os critérios do Google News?

Os principais critérios são:

Atualização: levando em consideração que notícia tem um prazo de validade, o Google tende a classificar as mais recentes. Notícias mais antigas podem ser classificadas se trouxerem informações adicionais. Ou seja, manter a atualização das news é sempre uma boa opção para quem deseja classificar.

Destaque: os artigos que cobrem um tópico importante que está em alta no momento terão mais chances de aparecer. Basta observar as notícias que aparecem para você e avaliar isso. Quais os temas mais recorrentes? Serão sempre os de maior destaque na mídia.

Relevância: uma notícia relevante sempre vai classificar à frente daquelas que têm menor importância “. Portanto, suas notícias principais serão sempre as de maior relevância. 

Localização: este fator é responsável por trazer à tona notícias locais relacionadas a onde você está. Mas também leva em consideração nuances regionais nas consultas de pesquisa.

Interesses: os interesses que você define ao configurar o Google Notícias e / ou seu comportamento de leitura determinarão o tipo de notícia que você verá nas guias Descubra e Para você. O Google não leva em consideração pontos de vista políticos.

Autoridade: a autoridade do site que publica a notícia conta muito na hora da classificação. Vários fatores são observados pelo Google para atribuir confiabilidade a determinada fonte, como autoridade, trafego de marca, trafego social, número de backlinks e cliques na SERP. 

Usabilidade: como nos resultados de pesquisa, o Google leva em consideração o quão utilizável e acessível um site é para exibir suas páginas nos resultados de pesquisa.  Velocidade de carregamento, design responsivo e compatibilidade entre navegadores são requisitos importantes nesta área.

Além desses fatores, que influenciam as chances de os algoritmos do Google apresentarem uma notícia para um usuário, há outras instâncias em que a equipe do Google Notícias seleciona manualmente as histórias para eventos de notícias específicos, exibe fontes de notícias no Google Noticias para Android e destaca histórias experimentais interessantes no Discover.

Layout e design do Google Notícias

Notícias principais do Google Notícias

O Google Notícias mostra as principais notícias do dia na área de trabalho. É possível  selecionar uma categoria: País Atual, Mundo, Negócios, Tecnologia, Entretenimento, Esportes, Ciência e Saúde. Em alguns idiomas as categorias de Ciência e Tecnologia são mescladas.

Além disso, ele agora permite que você selecione dois idiomas em suas configurações, assim o usuário tem acesso a notícias em mais de um idioma ao mesmo tempo.

Google Notícias Para Você

A seção ‘Para Você’, como o próprio nome sugere, traz uma seleção de notícias com base em seus interesses. O Google se baseia no comportamento anterior do Google Notícias, bem como da Pesquisa Google e de outros produtos do Google, para selecionar os resultados desta seção.

Favoritos do Google Notícias

Em Favoritos, o Google News apresenta tudo aquilo que você tem acompanhado mais de perto. Ou seja, conteúdos acessados com frequência, salvos, marcados como favoritos e etc. Todo comportamento seu diante de um assunto é acompanhado de perto e ele usa essas informações para classificar uma notícia na seção de favoritos. 

Google Notícias além das manchetes

A seção ‘Além das manchetes’ traz notícias que são importantes, mas que fogem das manchetes mais divulgadas naquele momento. Elenca informações sobre clima, natureza, saúde e demais informações que podem não estar recebendo grande destaque.

Quais os erros para evitar ao otimizar um site para o Google News?

Conteúdo Censurado

Lembre-se de que o Google Notícias desaprova ou proíbe certos tipos de conteúdo de acordo com sua Política de Conteúdo para Adultos, que inclui:

  • Conteúdo sexualmente explícito
  • Imagens de abuso sexual infantil
  • Noivas por correspondência
  • Temas adultos em conteúdo familiar

O Google também puxará qualquer conteúdo que se enquadre em uma das seguintes categorias:

  • Conteúdo violento 
  • Comentários odiosos, linguagem inflamatória
  • Propaganda
  • Assédio e intimidação virtual
  • Conteúdo médico promocional
  • Atividades perigosas ou ilegais

Conteúdo duplicado e distribuído

A duplicação de conteúdo no Google Notícias precisa ser evitada. O uso de uma tag canônica é necessário quando o mesmo artigo aparece em páginas diferentes no mesmo site ou em vários sites. Essa tag informa ao Google qual artigo é a versão original.

No caso de conteúdo distribuído, apenas a versão original deve aparecer no Google Notícias. Os parceiros que distribuem conteúdo externo devem tomar medidas para evitar que esse conteúdo seja indexado pela Pesquisa Google e pelo Google Notícias, implementando a tag canônica que faz referência ao artigo original ou bloqueando o rastreador do Google de indexar o conteúdo distribuído.

Se quiser que seu conteúdo original seja selecionado pelo Google Notícias, você deve bloquear a indexação de conteúdo duplicado, distribuído e copiado.

Resumindo, se você publicar conteúdo original, respeitoso, claro e bem escrito com datas em um site com informações transparentes sobre os autores e a empresa por trás do site, você está pronto para começar.

Publicidade e links pagos

A quantidade de publicidade em seu site deve ser razoável e não intrusiva.

O Google também irá penalizá-lo se você tentar passar conteúdo patrocinado como jornalismo independente. Em geral, o Google não permite nenhum site que tente enganar os usuários, deturpar ou ocultar informações sobre si mesmo.

Você também deve evitar links pagos e não naturais em seu conteúdo. Se o Google detectar que seu conteúdo contém links pagos, ele não será selecionado pelo Google Notícias, a menos que você bloqueie esses links marcando-os adequadamente com os atributos “nofollow” ou “patrocinado”.

Diretrizes de conteúdo e requisitos do Google Notícias

O Google fornece diretrizes de conteúdo para sites que desejam aparecer no Google Notícias. A maioria dessas diretrizes é de bom senso e provavelmente você já as está seguindo. Por exemplo, o Google pede aos editores que apresentem conteúdo bem escrito e estruturado, sem erros gramaticais ou ortográficos.

Solicita também que todos os artigos tenham datelines uma data é um breve texto incluído nos artigos de notícias que descreve onde e quando a história ocorreu, ou foi escrito ou arquivado e bylines, com informações de fácil acesso sobre os autores. Você também deve fornecer informações de contato acessíveis e transparentes, como e-mails, endereços e números de telefone.

Algumas diretrizes são passadas pelo Google para aqueles que pretendem aparecer no Google News. A maioria dessas orientações já são seguidas por sites que trabalham com conteúdo: boa escrita, conteúdo relevante, textos estruturados e cuidados com a gramática. 

O Google também fornece diretrizes técnicas para facilitar o rastreamento do seu site. Seguir essas diretrizes ajudará você a maximizar a descoberta e a indexação de seu conteúdo no Google Notícias.

Diretrizes técnicas do Google Notícias

URLs

Seus artigos precisam estar todos dentro do mesmo domínio, mesmo que seja em subdomínios ou pastas separadas. Todas as páginas devem ter URLs permanentes. Só depois de adicionar seu site do Google News é que você pode fazer alguma alteração na URL.

As URLs do seu artigo devem ser únicas e permanentes. Isso significa que cada artigo deve ter uma URL diferente e ela não pode ser reaproveitada para um artigo diferente. Você também não pode republicar um artigo existente com uma URL diferente.

Verifique as configurações do robots.txt

Verifique se o seu arquivo robots.txt, suas metatags ou cabeçalhos HTTP não estão impedindo que os bots de rastreamento do Google acessem as páginas do diretório do artigo. Se você tiver esse tipo de bloqueio para os robôs de rastreamento do Google, o Google não será capaz de rastrear e indexar seus artigos no Google Notícias.

Você pode bloquear seções específicas de seu site para o Google Notícias, restringindo o acesso ao rastreador robô Googlebot-News usando robots.txt, metatags ou cabeçalhos HTTP. Este conteúdo permaneceria rastreado e indexado na pesquisa do Google, mas não aparecerá no Google Notícias.

Google Notícias SEO: como otimizar para o News em destaque?

Palavras-chave, é claro, são muito importantes para a classificação no Google Top Stories e, portanto, as regras padrão de uso de palavras-chave relevantes nas tags H1 e H2 junto com o parágrafo de abertura se aplicam. Nem é preciso dizer que as palavras-chave têm uma forte influência nos resultados das Notícias principais do Google.

No entanto, há uma série de outros fatores aos quais você pode prestar atenção ativamente para aumentar suas chances de ter seu conteúdo selecionado pelo Google para sua seção de notícias principais. Abaixo está sua lista de verificação

Palavras-Chave

Através de mecanismos e ferramentas de pesquisa de palavras-chave, defina as mais interessantes para aplicar em seu arquivo. O foco deve ser sempre o rankeamento e a boa classificação de seu conteúdo, por isso deve-se começar pela palavra-chave.

Entidades

Os usuários pesquisam notícias sobre entidades: pessoa (quem fez o quê), evento (detalhes sobre um evento específico), organização (o que uma determinada organização fez ou disse), lugares (onde o evento aconteceu) e conceitos (por exemplo, eleições de 2020 )

Autoridade do tópico

Cobrir consistentemente uma seleção menor de tópicos com conteúdo confiável aumenta a autoridade do seu site aos olhos do Google.

Confiabilidade

Certifique-se de que seu conteúdo está atualizado, escrito por autores confiáveis, cobre tópicos relevantes e é procurado por leitores. Leia sobre Google EAT.

CPC – Taxa de cliques

As histórias que são clicadas com mais frequência são puxadas para a seção Notícias principais com mais frequência, pois indicam relevância.

Título

Certifique-se de otimizar seus títulos H1, H2, H3, H4. Às vezes, um subtítulo é preferido pelo Google Notícias e escolhido pelas Notícias principais.

Viral, compartilhada e comentada

Existe uma viral / envolvimento em torno da sua URL ou Noticia? Os usuários estão clicando, compartilhando e curtindo os artigos do seu URL nas redes sociais?

SEO técnico para o Google Notícias

Usabilidade, velocidade e AMP

Páginas que são otimizadas e pensada para uso em celulares e aparelhos móveis saem na frente nessa classificação.

Leia mais sobre Core Web Vitals e leia sobre AMP

Aparência e renderização de seu site

O design do site deve abranger, pelo menos, todos os aspectos básicos necessários. Ele deve ser capaz de renderizar HTML simples.

O código precisa estar limpo e bem estruturado, sendo capaz de aparecer corretamente em dispositivos dos mais variados formatos. Imagens e carrosséis de artigos relacionados não devem interromper ou provocar lentidão no carregamento.

Visualmente, o artigo deve apresentar, nesta ordem, os seguintes elementos: Título, Imagem, Data, Corpo do artigo.

Arquitetura do site

A arquitetura de seu site deve facilitar a sua indexação. Precisa ter categorias, tags e seções que facilitem a navegação do usuário no site. Você deve minimizar a quantidade de cliques necessária para sair de uma página para outra dentro do site. 

É interessante usar a numeração de páginas ao invés de se apoiar apenas nos botões de seguinte e anterior. 

Todos esses ajustes facilitam a indexação e o rastreio por parte do Google e melhoram a experiência do seu usuário.

Dica: use tags no wordpress de forma inteligente, as tags servem para ajudar o usuário a encontrar conteúdo através de variações das palavras. Se a equipe de redação não sabe utilizar, melhor não usar.

Mapa do site Google Notícias

Não é necessário criar um mapa do site do Google Notícias, mas é recomendado. Não é um fator de classificação, mas certamente melhoraria a capacidade do rastreador do Google Notícias de descobrir e indexar seu site com mais eficiência.

Se você já tem um sitemap em seu site, é recomendável criar um sitemap separado apenas para o Google Notícias. Este mapa do site deve incluir até 1000 URLs para artigos publicados nos últimos 2 dias. 

Depois de criar seu sitemap, ele deve ser validado e enviado usando o Google Search Console. Os erros mais comuns nos mapas do site do Google Notícias têm a ver com incompatibilidades entre o URL incluído no mapa do site e o URL visto pelo Google Notícias, por exemplo, falta de ‘www’. 

Usando dados estruturados: schema Article (artigo) x schema NewsArticle (notícias)

Atualmente, existem dois esquemas de dados estruturados para artigos de notícias: Artigo e Artigo de Notícias. A entidade do esquema Artigo é mais amplamente usada, o que significa que é mais bem documentada e mais fácil de manter a longo prazo. No entanto, cada vez mais o esquema NewsArticle está sendo usado para conteúdo com assinatura.

Independentemente do esquema que você usa, o uso de dados estruturados aumentará as chances de qualquer um de seus artigos aparecer como um rich snippet em uma página de resultados de pesquisa do Google, o que aumentaria sua taxa de cliques.

AMP vs páginas não-AMP

AMP significa Accelerated Mobile Pages. Ao implementar AMP, você cria uma versão do seu site que permitirá ao Google apresentá-las mais rapidamente ao usuário quando tocado em uma página de resultados de pesquisa para celular. O Google também usa páginas AMP quase exclusivamente em seus carrosséis de notícias nas páginas de resultados de pesquisa, bem como em outros carrosséis de rich media.

Usar páginas AMP com dados estruturados (esquema Article ou NewsArticle) é a implementação recomendada pelo Google .

Ao implementar AMP, certifique-se de que o conteúdo seja exatamente ou quase igual à versão normal do artigo. Caso contrário, o Google pensará que você está enganando os usuários .

As páginas AMP podem ser monetizadas por meio de anúncios da mesma forma que a versão canônica padrão do seu site. Há um número crescente de componentes personalizados e maior integração de AMP por plataformas de publicidade .

Implementar AMP corretamente certamente terá um impacto positivo em suas classificações e taxas de cliques na pesquisa para celular, embora não seja um fator de classificação para a versão canônica padrão do artigo.

Tempo de carregamento

Tal como acontece com a pesquisa do Google, a velocidade de carregamento é um fator de classificação e deve ser levada em consideração. Todas as técnicas usuais de otimização de velocidade podem ser aplicadas, como otimização de imagem, minificação CSS e Javascript, compressão, cache, etc.

A velocidade de carregamento também afeta a velocidade e a frequência de rastreamento. Se seu servidor estiver lento ou ficar inativo, o Googlebot reduzirá a frequência de suas visitas para não sobrecarregar seu servidor.

O que isso significa: o conteúdo de sites de carregamento rápido terá uma classificação consistentemente mais alta e será descoberto e indexado pelo Google com mais rapidez.

Aproveite e leia sobre o Google Web Core Vitals – Falando sobre otimização para o usuário.

Velocidade e frequência de rastreamento

A frequência com que o Google rastreia seu site é definida por algoritmos e depende principalmente da frequência de publicação. Se você publicar vários artigos novos por dia, o Google Notícias poderá disponibilizá-los aos usuários em um curto espaço de tempo.

Assim que um novo artigo for descoberto, o robô rastreador verificará se há alterações e atualizações na história várias vezes no primeiro dia após a descoberta. Depois disso, a frequência de rastreamento será reduzida significativamente. Se houver um erro em um artigo que você já corrigiu em seu site, pode demorar um pouco para que o Google Notícias exiba a versão atualizada após esse primeiro dia.

O conteúdo de editores com alta frequência de publicação será descoberto e indexado pelo Google com mais rapidez

HTTPS

O uso de HTTPS em seu site é altamente recomendado. A partir de agora, é um fator de classificação na pesquisa do Google e no Google Notícias. Conforme aumenta a adoção de HTTPS, não ter um site seguro será, com o tempo, um fator penalizador. Os navegadores também estão sinalizando cada vez mais visualmente para o usuário se ele está em um site seguro ou não. Ter um site seguro aumentará a confiança e reduzirá as taxas de rejeição.

Se você usar HTTPS, certifique-se de que na Central do Editor do Google Notícias e no seu sitemap do Google Notícias, os URLs sejam consistentes e comecem com https: //. Além disso, certifique-se de redirecionar qualquer tráfego não HTTPS para HTTPS usando um redirecionamento 301.

O que isso significa: sites seguros que usam HTTPS terão uma classificação superior no Google Notícias e serão mais confiáveis ​​para os usuários.

Links 

O Google desenvolveu uma nova implementação de atributos de link. Além do Nofollow, agora existem dois outros atributos, “patrocinado” e “UGC”. Patrocinado é usado para qualificar links que fazem parte de uma campanha publicitária ou de patrocínio. UGC significa conteúdo gerado pelo usuário. Os atributos podem ser combinados, então você pode marcar um link como “Nofollow UGC”.

Outra mudança importante é que o atributo Nofollow agora é interpretado como uma recomendação e não como uma diretiva que o Google seguirá. Isso significa que o Google pode de fato seguir e rastrear um link Nofollow.

Essas mudanças, que têm o objetivo de ajudar o Google a entender melhor o gráfico de links, podem ter um impacto profundo nos rankings, já que links antes ignorados no atributo Nofollow agora podem ser levados em consideração pelo Google.

SEO On-Page e conteúdo para Google Notícias

Título e manchetes

O Google Notícias determinará o título do artigo com base no título e nas tags H1, mas o algoritmo também pode usar subtítulos ou texto do artigo como título. Também pode encurtar o título nas caixas de notícias e carrosséis nos resultados de pesquisa.

Para evitar que isso aconteça:

  • Combine o título na tag de título e na tag H1.
  • Combine o título com o texto âncora em suas páginas de seção.
  • Evite usar o título do artigo como um link no texto do seu artigo.
  • Não inclua datas ou horas em seus títulos.
  • Mantenha seus títulos entre 2 e 22 palavras, com pelo menos 10 caracteres.
  • Inclua sua palavra-chave alvo em seus títulos.
  • Uma pesquisa do NewsDashboard sugere que as palavras-chave nas manchetes tendem a aparecer entre o 15º e o 22º caractere. 

Deixe seu título o mais claro e atraente possível para aumentar as taxas de cliques. Os títulos devem ser precisos e fáceis de ler. Para isso, escreva-os na voz ativa e no tempo presente e evite repetir palavras.

Meta palavras-chave

O Google parou de usar a meta tag de palavras-chave na pesquisa em 2009 e também interrompeu o suporte para ela no Google Notícias em 2017. Mas ainda temos relatos que as metas ajudam em outros buscadores.

Desenvolva relatórios originais

O Google Notícias tomou medidas para recompensar a reportagem original com posições de classificação mais altas e recursos SERP. Isso beneficiará as organizações de notícias que podem ser as primeiras a relatar uma história. O Google dará visibilidade ao relatório original junto com outros artigos mais abrangentes que foram publicados posteriormente.

As mudanças que o Google fez afetam não apenas seu algoritmo, mas também as diretrizes do avaliador de pesquisa. Os avaliadores da pesquisa são uma equipe de 10.000 pessoas que avaliam os resultados da pesquisa para ajudar a ajustar e melhorar os algoritmos de pesquisa. Suas novas diretrizes reforçam a ideia de recompensar a reportagem original nos resultados de pesquisa.

O Google Notícias prioriza o conteúdo original. Se o seu conteúdo for distribuído, copiado ou reescrito de outros sites, ele não será apresentado no Google Notícias.

Como editor, você precisa ser transparente e informar ao Google quais partes são conteúdo duplicado usando uma tag canônica para apontar para a fonte original ou para bloquear o robô de rastreamento para indexar seu conteúdo. Dessa forma, suas histórias originais usando fontes confiáveis ​​terão uma chance maior de serem descobertas pelo Google Notícias.

Novidade do conteúdo

Artigos mais recentes e atualizados têm uma chance maior de serem apresentados ao usuário no Google Notícias para a maioria dos tipos de histórias. Nem sempre é o caso. O algoritmo do Google irá determinar, dependendo do tópico, o que pode ser mais útil para o usuário: um artigo atualizado mais recente ou um artigo mais antigo, mas mais extenso.

Não inclua mais de uma data em seu artigo. Por exemplo, não inclua a data de publicação de artigos relacionados em um carrossel. Mais de uma data em um único artigo pode confundir o robô rastreador do Google Notícias.

A data de publicação deve estar entre o título e o texto. Se você estiver usando um sitemap, verifique se está fornecendo as datas corretamente no Google Search Console. Caso contrário, os artigos não serão exibidos no Google Notícias.

Se você atualizar um artigo extensivamente ou adicionar informações significativas, poderá dar ao artigo uma nova data e hora. Não tente burlar o sistema reescrevendo uma história e atualizando a data de publicação sem adicionar novas informações significativas. O Google sinalizará isso e o conteúdo não será selecionado pelo Google Notícias.

Frequência de publicação

O Google Notícias tende a favorecer sites com alta produção de conteúdo, já que isso geralmente está relacionado à atualização e à autoridade do conteúdo. Também é lógico que, se você publicar muitas histórias diariamente, terá uma chance maior de pelo menos algumas delas serem divulgadas pelo Google Notícias.

Qual é a frequência mínima de publicação? Não há uma resposta difícil para isso, mas pelo menos publique 2 artigos de notícias por dia para aumentar suas chances de o Google Notícias escolher seu conteúdo.

Atualidade e relevância

Além da atualização, a outra consideração principal que o Google leva ao classificar seu artigo no Google Notícias é o quão relevante ele é para a pesquisa atual ou um determinado tópico de notícias.

Os tópicos podem ser acompanhados por usuários em suas contas do Google Notícias. Eles também podem ser exibidos manualmente na página inicial do Google Notícias em caso de grandes eventos. Os tópicos não são apenas histórias ou eventos. Eles podem ser entidades, como lugares ou pessoas.

Para classificar qualquer tópico, existem várias ações que você pode implementar:

  1. Demonstre a relevância de seu conteúdo para aquele tópico, incluindo o uso de palavras-chave relacionadas a esse tópico.
  2. Publique uma cobertura regular e contínua desse tópico. Para tópicos de notícias de última hora, isso significa publicar constantemente informações novas, atualizadas e relevantes. Para outros tópicos, você pode expandir sua cobertura com artigos de opinião, análises, perfis e artigos fornecendo contexto e explorando diferentes ângulos.
  3. Apresente esse conteúdo com destaque em seu site. Se você estiver escrevendo muitos artigos sobre uma determinada história e esse conteúdo for apresentado em sua página inicial e nas páginas de seção, isso indicaria ao Google que uma determinada história é interessante.
  4. Faça um exercício de pesquisa de palavras-chave antes de escrever um artigo para ter certeza de que está otimizando para a palavra-chave certa. Também pode ser útil para descobrir notícias e tópicos de tendência.
  5. Otimização de imagem
  6. O Google Notícias pode incluir imagens e vídeos incorporados em seus artigos, desde que sejam relevantes para a história.

Otimização de imagens no Google Notícias

As imagens podem ser colocadas após o título do artigo (é necessário ter pelo menos 1 imagem para destaque da noticia) e antes da data e do texto do artigo. Eles devem ter legendas e textos alternativos bem escritos e relevantes. Você deve usar dados estruturados (schema.org ou protocolo Open Graph) para sinalizar ao Google qual deve ser a imagem principal que deve ser usada como uma miniatura ao lado do título do seu artigo no Google Notícias.

Se você tiver imagens incluídas em seus artigos e elas não forem selecionadas pelo Google Notícias, verifique se:

  • As imagens têm um tamanho mínimo de 60 × 90 pixels.
  • Eles estão hospedados no mesmo domínio de seu artigo.
  • A proporção da imagem (altura e largura) é razoável.
  • Você está usando um formato de imagem padrão como .jpg ou .png.
  • Seu arquivo robots.txt ou uma metatag não está bloqueando suas imagens para o rastreador.

Incluindo conteúdo de vídeo no Google Notícias

Se sua organização tem um foco forte em conteúdo de vídeo, você também tem a opção de enviar um canal de vídeo do YouTube para o Google Notícias. Você deve ter um site já aprovado no Google Notícias antes de enviar um canal do YouTube para aprovação.

  • O conteúdo do vídeo deve seguir estas diretrizes:
  • Os vídeos devem ter boa qualidade de imagem e áudio e ser publicados regularmente
  • Eles devem apresentar relatórios sobre eventos recentes.
  • Eles devem ser originais e únicos.
  • Otimize seu vídeo incluindo títulos e descrições de vídeo relevantes e bem escritos.
  • Você também deve incluir algumas informações sobre sua empresa ou organização.

Informação sobre o autor

O Google Notícias exige que cada artigo tenha uma assinatura atribuindo autoria a um humano, não ao nome de uma empresa ou qualquer outra entidade. O Google stills atribui a Classificação de Autor aos criadores de conteúdo e sua reputação tem um impacto na confiabilidade do site e de seus artigos. Você deve fornecer informações sobre os autores em seu site. 

Você pode fazer isso em cada artigo, incluindo seu nome completo, uma foto e uma pequena biografia. Outra opção seria vincular a página do autor à assinatura.

Informações a serem incluídas para cada autor:

  • Nome completo
  • Descrição do perfil
  • Imagem do rosto
  • Endereço do escritório
  • Telefone do escritório
  • Email do escritório
  • Links sociais

Essas informações têm dois objetivos. Primeiro, mostra responsabilidade e transparência. Você está respondendo à pergunta sobre quem é o responsável por este conteúdo. Em segundo lugar, você pode demonstrar a experiência ou autoridade de seus escritores. Não hesite em incluir títulos (como PhD), prêmios e quaisquer outras distinções nas informações biográficas de seus autores.

Confiabilidade e autoridade

O Google priorizará informações de alta qualidade provenientes de fontes confiáveis. Não há atalhos aqui. Para construir confiança, você precisa ter um histórico comprovado de publicação de conteúdo envolvente e de alta qualidade que os usuários considerem valioso, clicando em suas histórias e lendo seu conteúdo.

A confiança é atribuída a um tópico e local específicos e não se traduz em outros tópicos.

O Google atribui confiança analisando os padrões de pesquisa e tráfego, autoridade de marca e trafego vindo de outras fontes, bem como o número de backlinks para seu site. A mídia social não é inerentemente um fator, mas se você tiver um grande número de seguidores na mídia social, provavelmente se correlaciona bem com outros indicadores de confiabilidade.

O que isso significa: se o Google considera que seu site fornece informações confiáveis ​​sobre saúde, uma notícia sobre finanças não terá o mesmo peso para o Google Notícias

Localização

Alguns artigos terão uma classificação mais alta para alguns usuários com base em sua localização. Eventos e histórias locais aparecerão mais facilmente para os usuários locais.

O que isso significa: uma organização de notícias local poderia, por exemplo, ter uma classificação mais elevada do que o New York Times para uma notícia local, pois é uma fonte mais relevante para a história.

Como aparecer no Google Notícias

Existem duas maneiras de colocar seu conteúdo no Google Notícias. Primeiro, o Google pode obter o feed do seu editor por meio do rastreamento de pesquisa normal, e esse conteúdo pode aparecer nas notícias principais 

Você também pode enviar seu site por meio da Central do Editor do Google Notícias, que está disponível no aplicativo Google Notícias. A segunda é ajudando o Google Notícias a descobrir seu conteúdo, aderindo às políticas deles.

Central do Editor do Google Notícias

Esta ferramenta permite que você envie seu site para ser rastreado pelo Google Notícias. Mais uma vez, todas as postagens estão qualificadas para aparecer no Google Notícias, no entanto, aproveitar o centro do editor oferece várias vantagens em relação ao rastreamento normal da web:

  • Melhora o processo de descoberta do seu site
  • Classificação do seu conteúdo
  • Melhora a eficiência do processo de rastreamento.

Porém, o envio do seu site não garante a inclusão no Google Notícias. Para aumentar suas chances de ser incluído, você deve seguir determinados conteúdos e orientações técnicas.

Depois de enviar seu site, pode levar de 1 a 3 semanas para que o Google aprove ou rejeite manualmente seu envio. O Google não fornece um motivo específico para a rejeição, mas fornece fóruns onde você pode buscar respostas e reenviar após 60 dias.

https://publishercenter.google.com/

O processo de envio do editor do Google Notícias

Você deve seguir estas etapas:

  • Verifique a propriedade do site usando o Google Search Console
  • Verifique sua conformidade com o conteúdo e as diretrizes técnicas do Google Notícias
  • Clique em Solicitar inclusão no Índice de Notícias
  • Preencha os detalhes da sua publicação:
  • Breve descrição do seu site
  • Nome e URL do site
  • Localização (cidade, estado / província e país / região)
  • Forneça rótulos para sua publicação. Estes são termos gerais e amplos para descrever o conteúdo de seus artigos e ajudar o Google Notícias a classificar e mostrar seu conteúdo. A maioria dos rótulos são aplicados algoritmicamente. Alguns exemplos de rótulos são ‘opinião’, ‘conteúdo gerado pelo usuário’, ‘blog’, ‘sátira’.
  • Adicione seções de seu site de notícias. Os URLs das seções devem estar no mesmo domínio do site principal. Você pode adicionar quantas seções forem necessárias. Os rótulos de cada seção são baseados em categorias de jornais tradicionais (economia, política, ciência, saúde, esportes).
  • Envie sua solicitação.

Otimizações Para aparecer no Google Notícias

Tenha um site exclusivo para notícias: O Google dá preferência a sites que tenham apenas esse conteúdo. A experiência do usuário também conta, pois ele vai ter acesso a muitas outras notícias e isso pode mantê-lo mais tempo em seu site. 

Velocidade: Certifique-se de que as notícias de última hora ou tendências que você publica sejam feitas o mais rápido possível.

Linking: Faça links para notícias anteriores ou peças de conteúdo em suas notícias, a fim de criar um agrupamento de histórias.

Títulos + URLs: Mantenha suas manchetes amigáveis ​​para SEO e adapte as manchetes na página / sociais para se adequar a outros públicos. Revise o desempenho da história e atualize suas manchetes de acordo, por hora, se necessário.

Crie URLs que visem exatamente o que os usuários estão procurando.

Reportagem de notícias original
O primeiro ponto é que a fonte original de uma notícia de última hora ou exclusiva deve ocupar o primeiro lugar por algum tempo. No entanto, uma estratégia melhor para divulgar as notícias de última hora é se concentrar na expansão de outros aspectos de uma história que as pessoas estão procurando (ou seja, tendências de conteúdo relacionado) que a notícia de última hora pode não ter coberto.

Adapte-se às tendências do Google Notícias

Pesquisa por voz

Tecnologia se populariza entre os brasileiros (Imagem: reprodução/Ilumeo)

Alto-falantes inteligentes e outros dispositivos controlados por voz, bem como assistentes de voz, estão se tornando quase onipresentes. De acordo com a consultoria Ilumeo o uso de comandos de voz cresceu 47% entre os brasileiros durante a pandemia conforme citou o artigo da canaltech . Mas assistentes de voz como Alexa, Siri, Cortana ou Google Assistant estão presentes na maioria dos dispositivos móveis agora. Isso significa que muitas pesquisas e consumo de conteúdo não serão baseados em texto, mas em áudio. 

A interação com mecanismos de pesquisa como o Google será mais coloquial e dependerá mais de perguntas e linguagem natural do que de palavras-chave. Responder às perguntas do usuário será a chave para posicionar seu conteúdo para pesquisa por voz.

Apresentar conteúdo de áudio aos usuários

Em linha com essa tendência, o Google revelou um projeto de incluir notícias de áudio personalizadas como parte dos recursos do Google Assistant. Inclui as principais histórias selecionadas para o usuário, bem como atualizações das histórias anteriores. O usuário pode controlar a reprodução dessas notícias de áudio por meio de voz.

O Google também começou a incluir episódios de podcast nos resultados da pesquisa , que você pode reproduzir diretamente na página de resultados da pesquisa.

Os editores que trabalham com áudio verão oportunidades crescentes de aumentar o tráfego na otimização do mecanismo de pesquisa, à medida que o Google exibe o conteúdo de áudio de forma mais eficaz aos usuários.

O Google continua investindo em jornalismo

O Google está fazendo grandes esforços para apoiar e recompensar a criação de conteúdo de alta qualidade. Além de priorizar a cobertura de qualidade em profundidade no Google Notícias e Pesquisa, a Iniciativa Google Notícias descreveu seus 4 programas principais de apoio ao jornalismo em 2020 :

  1. Apoiar o jornalismo local . O Google fez parceria com Archant no Reino Unido e The Atlantic nos EUA para desenvolver duas iniciativas de notícias locais. O objetivo é ajudar a “desenvolver modelos de negócios sustentáveis ​​para as notícias locais”.
  2. Desenvolvendo tecnologia para aumentar as taxas de conversão de assinaturas . O Google fez parceria com a Lee Enterprises para aplicar inteligência artificial para saber quando um leitor tem maior probabilidade de se converter em um assinante pagante.
  3. Fornecer aos repórteres ferramentas para cobrir as eleições . O Google fez parceria com o Boston Globe para desenvolver uma ferramenta que permite aos leitores explorar como os candidatos votaram ou agiram sobre uma questão. O Google também está desenvolvendo conteúdo de vídeo para as eleições de 2020 nos Estados Unidos para melhorar a cobertura dos meios de comunicação locais que não têm capacidade para produzir vídeo.
  4. Novas tecnologias e treinamento . O primeiro resultado dessa iniciativa foi o lançamento de novas ferramentas de criação de conteúdo no Google Earth para criar lapsos de tempo, animações e outros formatos de narrativa. O Google também lançou cursos de treinamento para ajudar os repórteres de notícias a aproveitar essas novas oportunidades.

Outros produtos do Google

Google Discover: é um mecanismo que recomenda conteúdos para seus usuários de acordo com seus interesses e seu comportamento. Não são apresentadas apenas notícias, ele mostra também receitas, tutoriais e outros conteúdos personalizáveis. 

YouTube: outro canal do google que já trabalha com destaques para notícias. Durante certos eventos interessantes, eles também podem adicionar uma seção de notícias de última hora em sua página inicial.

Google Assistente: responde,em formato de áudio ou vídeo, perguntas dos usuários, mostrando as principais notícias ou resumo das principais notícias do dia. Você também pode pedir ao Assistente fontes de notícias ou tópicos específicos.

Conclusão

Incluir seu site no Google Notícias pode ter um grande impacto positivo em seus resultados de pesquisa. Além do tráfego do Google Notícias, você também pode se beneficiar de uma posição de destaque nos resultados de pesquisa relacionados a notícias no Google por meio de recursos SERP.

O Google está investindo recursos para desenvolver novos programas e iniciativas para apoiar o jornalismo de qualidade e está recompensando editores confiáveis ​​e autorizados com maior tráfego orgânico e maior exposição.

Você pode aproveitar isso garantindo que atenda aos requisitos técnicos e de conteúdo do Google e desenvolvendo sua autoridade e o perfil de seu autor na sua área de cobertura. Mesmo se você estiver focado em uma área de nicho, os benefícios de otimizar seu conteúdo para o Google Notícias podem fornecer grandes recompensas. E irá beneficiar o seu público real e potencial também, pois eles poderão descobrir e desfrutar do seu conteúdo com mais facilidade.

Content Pruning – SEO

Resumo do Content Pruning O processo de remoção de conteúdo envolve a remoção de conteúdo obsoleto e de baixo desempenho que está atrapalhando a qualidade